Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Espera

Manhã,
Silêncio,
Se faz maior,
A espera...

Milhões de formas,
Maneiras,
De se dizer a mesma coisa.

Com outras palavras,
Com muitos sentidos,
Hoje em dia:
Eu te amo!

Citando Camoes...

Amor é um Fogo que Arde sem se Ver

Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se e contente;
É um cuidar que ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís Vaz de Camões, in "Sonetos"

Nuvens

Nobre passada,
vento dispara,
Nuvens de dia,
Ensinos de viver.

Assim, aponta
o outro lado do outro,
assim, desperta
o oposto ou disperso.

Nuvens, passam com sua nobreza simples...

Marcelo Edu Oliveira
Francisco Morato-SP

Conta

Conta,
Conto,
com tanto,
que aponta.

Quase fico tonto,
Conta
que eu conto,
ja chego ate ao ponto.

De sempre poder dizer,
em voce melhor me encontro!

Diversos de versos...

Humor humano,
amor de versos,
diversos planos,
num universo.

O que ofereço,
no fim do começo,
são versos em risos,
com tanta gente.

Diverso versos,
Diversidade,
de ver cidade,
dever de amar.

Assim, espero,
em tantos sonhos,
olhar teus olhos,
eu lhe proponho.

Marcelo Edu Oliveira
(é permitido a cópia dessa obra, desde que cite a fonte).

No mais

Entre tantas coisas
Que diz,
No fim todos querem,
O dom de ser feliz.

No mais,
Detalhes deslizam,
Na arte de viver,
O tempo: professor paciente.